Site de Poesias

Menu

Íntimo e pessoal....

 

É sempre á noite que eu fico assim

cabeça cheia de suposições e afins

na hora de deitar eu não me aquieto

o sono não vem então eu reflito


Penso no passar do dia que findou

ás vezes puxo lá de trás tantas lembranças

lembro de quem por mim sorriu ou chorou

com certas coisas sorrio feito uma criança


Não tem parâmetros,tampouco existem regras

aqui em meus devaneios passo horas sem nenhuma pressa

não permito que ninguém me ponha arestas

esse é meu momento,eu comigo,uma longa conversa


Vários momentos faço das folhas em branco minhas confidentes

a caneta transcreve quase tudo o que a alma sente

o silêncio em minha volta deixa tudo íntimo e pessoal

curto a solidão do meu vazio,não existe intimidade igual


E devagar o sono vem se aproximando

e pesa os olhos que lentamente eu vou fechando

um pouco de mim outra vez vou registrando

daqui há pouco estarei dormindo e continuarei de lá sonhando....

Compartilhar
Ana Laura Vianna Gasparini
01/01/2013