Site de Poesias

Menu

Réveillon V

Eu olhei para o horizonte,
Procurando novamente
O astro-rei incandescente
Se esgueirando atrás dos montes.

Seu mergulho recorrente,
Tantas vezes tão bonito!,
Hoje achei meio esquisito,
Meio triste... diferente...

E eu me peguei refletindo:
É melhor não pressupor
Que o ano será perfeito...

Mesmo assim, ele é bem-vindo:
-Quero sorver teu melhor!
-Vem, ano novo! Te aceito!

Compartilhar

Reiterando a velha profecia: http://sitedepoesias.com/...

Ederson Peka
31/12/2012