Site de Poesias

Menu

Anoitecer no cerrado. (Indriso)

[Ilustração não carregada]

Enrubesce à tarde exuberante,
O por do sol é um fato consumado.
O dia vai se findando, agonizante,
 
Nos buritis aglomeram-se os emplumados
Algazarras de periquitos e papagaios,
Contrasta-se com o tom púrpuro do serrado.
 
Cai a noite, a natureza adormece...
 
A lua pouco a pouco o cenário enriquece.
 
J.A.Botacini.
14/06/2012

Compartilhar

Obrigado pelo carinho sa visita ao sair deixe um comentário ou uma simples critica.

Jose Aparecido Botacini
23/06/2012

  • 5 comentários
  • 140 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados