Site de Poesias

Menu

Imortal Namorado

[Ilustração não carregada]

 
 
Entrego-me à teimosia do amor
Que leva meu coração para ti.
És o porto que me abriga da dor,
Contigo momentos de paz vivi.
 
Tu és o meu imortal namorado,
Aquele a quem confiei meu destino
Que ouve meu apelo e fica a meu lado,
De cuja companhia não declino.
 
Quando me quebranta a melancolia
Como ave lúgubre a me perturbar,
É a tua imagem que me concilia,
Envolvendo-me com teu terno olhar.
 
 
 
Imagem: Google
 
Respeite os direitos autorais.

Compartilhar
Mardilê Friedrich Fabre
07/06/2012