Site de Poesias

Menu

Fundo do Poço

Traz uma corda pro homem do poço!
Corre que está muito escuro lá dentro!
Antes que o olho acostume co'esforço
E o corpo desista do movimento;
Antes que o barro do fundo do poço
Vire sofá, cama e mesa de centro...
Alguém traz logo essa corda pro moço!
Antes que ele goste do isolamento...
Antes que ele encontre a paz lá no escuro,
Sem cobranças, sem medo do futuro,
Sem perder a autonomia do ser...
Antes que ele seja feliz assim...

(Pensando bem, traz a corda pra mim:
Me empresta a corda que eu quero descer...) 

Compartilhar
Ederson Peka
29/05/2012