Site de Poesias

Menu

DECLÍNIO SOCIAL


Declínio Social
Capa preta e martelo de madeira
Autoridade, zelo pela lei, a fidelidade,
Juntos os cabelos brancos, a sabedoria...
Ao olhar tem  sábia a percepção  da verdade.
 
O anos passaram a tecnologia chegou
E a política modernizou até o judiciário.
Agora os seus conceitos um técnico programou
Com a rapidez da informática o fim do armário.
 
Não há mais cabelo branco, nem verdade,
Mas há influência ou vírus mudando sentenças.
Os  poderosos políticos estão a vontade
Agora o país caminha na com a sua decência.
 
Os pobres choram pagando o que não sabem,
Mas  os pobres espertos estão na influencia abrigados.
Os magistrados vivem com poderes recebidos do além,
Agora quem irá livrar esses  pobres na sociedade  acorrentados?

Compartilhar
JAIROLIVEIRA
14/03/2012