Site de Poesias

Menu

Dueto 41º Bruno e Soraia..Caído por terra.

[Ilustração não carregada]


Caído por terra, agora posso ser,

Suspensa no ar, entendo esse teu ser.

Sem divisão, agora posso ver,

Multiplico tudo quando bem entender.

Mágico como pele de tambor,

Sem fronteira eu vou com minha dor.

Expando-me com o calor.

O caos da beleza- o raro

É antiga a minha vibração,

É a lei da porta aberta – o além.

Acompanha-te nos sons,

Nao se cala um tom e nem um Deus.

Nas cores, risos, emoções.

Separo as dores do coração.

É à que vibra no teu coração.

edito minha sina fazendo essa poesia.

Compartilhar

Dueto a vista.....

Ciganita
20/02/2012