Site de Poesias

Menu

vinho tinto

 

em minhas veias

vinho tinto seco sangue teu

não descrevo o que sinto

só repito que quero sentir

a cópia de ontem

e todos os dias vivê-la

em vielas não choro não sorrio

só vivo com sede de vampiro queredo mais

vinho tinto seco sangue teu

não entendo o círculo que me guarda

não me guarda o círculo que me tem

que marca meus passos

e pulsa em ritmia

e pulsa e pulsa

em minhas veias  se faz círculo

de vinho tinto seco sangue teu

 

Compartilhar
igor jorge
12/08/2011

  • 0 comentários
  • 28 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados