Site de Poesias

Menu

Me desculpe o desespero. Mas a dor é tanta, que nem ao menos sei pensar em um nome.

Me perdoe. Eu falhei. Não pense que não retribui, eu apenas não apresentei a você todas as cores do arco-íris. Essas eram minhas cores enquanto tinha você em meus braços e abraços. Nunca te escondi do mundo. Meu mundo era você e, acredito que tinha um vago conhecimento sobre meus sentimentos. Estava estampado em meu sorriso. Minha alegria era você aqui em mim, dividindo o calor da pele, minha alegria era você ai, você em qualquer lugar, era só você... Agora, minha alegria foi reduzida a pó, e o que me resta, é implorar novamente por paz, em uma tentativa inútil de apagar sua voz da minha memória falha, como eu.
 

Compartilhar
Thalita B.
12/04/2011