Site de Poesias

Menu

"Pai..."

[Ilustração não carregada]

Grata por preservar a autoria do poema.

Compartilhar

Agradeço a todos que prestam solidariedade,
amizade e carinho, orando por meu pai.
Está muito difícil para todos nós.
É difícil ver quem amamos sofrendo.
E a sensação que tenho é que é como areia
escapando por meus dedos.
Escrevi este soneto num momento de muita dor,
em que a fé vacilou, de fato.
Porém vou sempre confiar no Médico dos médicos.
Papai está em SUAS Santas mãos, e em breve
testemunharei esse milagre.
Beijos a todos.
Glória

Gloria Salles
22/10/2010