Site de Poesias

Menu

Mãos vazias, coração cheio

[Ilustração não carregada]

Sinto-me sem nada a oferecer
as mãos vazias de bens
a casa vazia de enfeites
mas o coração, aquecido
da vontade de se revigorar
nesse zero material
transborda vida e perspectiva
transborda orações mudas de
meus lábios

 

Sinto-me sem nada a te oferecer
sem dinheiro pra sustentar-te algo
sem amigos influentes
mas com a paz de quem tudo crê
que sua realidade vai mudar
e te incentivarei, sempre junto a você
te erguendo com apoio moral
mostrando que a vida é feita
com esforço
mas a recompensa sempre vem
de alguma forma

 

Sinto-me quase sem nada a oferecer
mas, caramba !!
Como eu amo você!
Isso fará a diferença.

 

Compartilhar

Obrigada por me ler! Boa semana!

Elisa Gasparini
27/09/2010

  • 13 comentários
  • 788 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados