Site de Poesias

Menu

Literal

 
Quando as mãos,
Tecem algum poema,
Elas só acompanham o ritmo
De como as palavras surgem.
Os poemas são seres alados
Alçam vôos e pairam:
Na seleta mente do leitor
Que muitas vezes confunde
O vendedor de pêras,
Com o vendedor de maçãs.
Levando pra casa bananas.
 
Léo Nazare
 
30/09/2005

Compartilhar
Léo Nazare
28/01/2010

  • 0 comentários
  • 43 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados