Site de Poesias

Menu

Aquela Noite

Parece uma noite normal:
O céu pontilhado de estrelas,
A lua brincando na terra,
E ovelhas dormindo no chão.

Parece uma noite normal:
A luz tremulante das velas
Nas casas da encosta da serra,
E os cânticos de solidão.

Parece uma noite normal,
Mas então...

A história fugiu do normal
Pois reis não se deitam na palha,
Messias jamais usam fraldas,
Nem deuses se põem a chorar.

Há algo muito especial
Num Deus que também sente dores,
Em anjos cantando a pastores,
No Amor que nasceu pra salvar.

Compartilhar

(Esta música foi interpretada na cantata de natal de 2008 pela minha amiga, Gláucia Oliveira.)

Assista uma narração de outro poema sobre o natal:
http://www.youtube.com/wa...

E Feliz Natal! :-)

Ederson Peka
03/12/2008