Site de Poesias

Menu

Hora derradeira

02/05/2009


 


 
Pensei! E refleti nesta hora derradeiras.
A quem perceguir os sonhos! Em seus
Poucos devaneios.
Busquei outras estradas... Nesta louca carreira.
Passo a passo! Risco e traço este destino,
E lentamente... Levo as esperanças nas mãos,
E corro de encontro ao tempo, e busco um lugar,
Ao chão.
Acho-me suspenso no vento! Enquanto sento!
Sinto! E observo o sol...
A solidão sussurra coizas...
E os segundos! São velozes...

Compartilhar
Hynes Margarida de Oliveira
15/07/2009

  • 0 comentários
  • 55 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados