Site de Poesias

Menu

Serenidade!

Serenidade!
 
São as flores da primavera
Que se dobram pro inverno passar.
 
São os homens que pelo caminho
Vão partindo vão sofrendo
As dores da desilusão.
 
Serenidade é este meu verbo amar
Que em versos exala o perfume
Que encanta a alma de uma mulher.
 
/Fernando Heller/
(Todos os direitos do autor)

Compartilhar
Daniel Fernando Heller
23/06/2009

  • 3 comentários
  • 76 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados