Site de Poesias

Menu

Onde estive com você, amor?

[Ilustração não carregada]

CADÊ VOCÊ?
CADÊ AQUELA PAZ
QUE ERGUE MINHA SOLIDEZ,
O DOTE INCOMPREENSÍVEL DE ME ILUMINAR
E O PRUMO QUE NUNCA COMETE
UMA INSENSATEZ?
 
ANTES QUE EU VÁ EMBORA,
POR QUE A VIDA AVANÇA
SEM VOCÊ PASSAR POR MIM?
POR QUE SE ESQUIVA TANTO,
SE O MEU PEITO É UM JARDIM?
SE EU PREGO NOITE E DIA,
ISTO É SINA OU VAI TER FIM? 
 
CADÊ VOCÊ?
CADÊ AQUELES OLHOS
DENSOS DE ARREBATAÇÃO,
A MÚSICA ENSANDECIDA DO SEU RESPIRAR  
E A BOCA QUE SEMPRE DEFLAGRA
MINHA ERUPÇÃO?
 
ANTES QUE EU VÁ EMBORA,
POR QUE MEU SANGUE FERVE
QUANDO SONHO COM VOCÊ?
POR QUE SINTO NA CARNE
SUA CHAMA ME VARRER?
SE EU COMO ESTA SAUDADE,
ONDE ESTIVE COM VOCÊ, AMOR?
 
 
Francisco Abel Mendes d'Almeida, em 2009.

Compartilhar

Cantou pra mim...

"A tua linda voz de água corrente ensinou-me a cantar... e essa canção foi ritmo nos meus versos de paixão, foi graça no meu peito de descrente."(Florbela Espanca) Na foto, Marcio, Lea, Abel e Marcela

Francisco Abel Mendes d`Almeida
07/06/2009