Site de Poesias

Menu

Ainda resta esperança

[Ilustração não carregada]

 
Ainda resta esperança
 
Resta-me um pouco de esperança
De sair desta insegurança,
De deixar de lado a ofensa
e permanecer na querença.
 
A alma ainda incólume está.
Por isso crê que chegará
Muito devagarzinho a bondade...
Instalar-se-á com a amizade
 
 
Imagem: Google
 
Respeite os direitos autorais.

 

Compartilhar
Mardilê Friedrich Fabre
03/05/2009