Site de Poesias

Menu

Explosão

[Ilustração não carregada]


A explosão era iminente!

Em forma de gritos, abafados desesperadamente,

O passado e o presente descontentes,

Trovejados, vomitados, enraivecidos,

Como um raio, expulsados foram tais!

Ansiosos de um amor conhecedor...

Justiceiro e flamejante!

Fuzilante!

Penetrante como u´a flecha mui cortante!

Corajoso com o poder de um gladiador!

Desejaram esses gritos ser vulcões

E incendiarem-se do fogo abrasador,

Que outrora consumia de paixão

O objeto de desejo ao cobertor...

Breves! Porém fartos de ambição,

Por um ponto absoluto na ferida

E pelo alívio imediato dessa dor,

Explodiram-se de dentro insanos gritos!

Explodiu-se de minha´lma o clamor!

 

 
 
 

Compartilhar

22:50 -

poesia audio-visual:

https://www.youtube.com/watch?v=O7-dG3gDTrE São Paulo, SP - 14/04/2009

Rosely T. Sales
14/04/2009