Site de Poesias

Menu

Vida Gaivota

Sou gaivota
voando sem rumo
buscando o prumo
da vida veloz.

Plainando no ar
mergulhando no mar
tentando achar
a maior liberdade de viver.

Livre das gaiolas
amarras
solto minhas asas
vôou e olho de cima
o mar ondulando
o azul mareando
Maré cheia de azul
Verde
Liberdade
Mergulhar
Nadar
Nas águas da vida -gaivota sou.

Compartilhar

Porto Velho/02.02.02

Aline Castro de Oliveira
10/04/2005

  • 0 comentários
  • 73 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados