Site de Poesias

Menu

MEU CORAÇÃO



Meu coração é um gato de telhado...
Vadio. Que sem sentido ou razão.
Busca amores perdidos no passado,
Mas ainda vivos no meu coração!
 
Nas noites claras, para a lua canto...
Versos alegres de rimas vibrantes!
Nas escuras, em versos plangentes...
Todo sofrer de minh’alma o pranto!
 
Ah! As noites de luar tem sido raras!
Tenho cantado só as de sofrimento,
Em rimas tristes deste meu lamento,
Neste agro suceder de noites escuras!
 
Canto!Assim recordando cada paixão...
Que me fez sofrer este vadio coração!
 
 
Pedro Paulo da Gama Bentes
 

Compartilhar

Mais um soneto. Em casa

Pedro Paulo da Gama Bentes
23/12/2008

  • 4 comentários
  • 1442 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados