Site de Poesias

Menu

Ira

[Ilustração não carregada]

Dor, medo, mostram-se sem segredos

Não se guardarão mais, não se esconderão

Posso correr, mais ela virá

Hoje sei do que é capaz

Deixei as lágrimas secarem

Até rasgarem meu rosto

E um sussuro distante

Sopra o seu gosto

Presa no espelho de minhas lembraças

Ira!

Não posso fugir

Existe a parte presa a essa fúria raivosa

Está na minha natureza

As folhas secas são levadas pelo vento

O vento traz o cheiro dos cabelos de um outro sofrimento

É nessa parte que me esqueço

... Você não vale o que eu calculei...

é exatamente o que eu pensei...

Raiva, ódio, ira, os três gritam dentro de mim

Enraizar, enraivecer

Só pensar em não querer

Lágrimas, ainda caem

Segredos, ainda se escondem

Peço, vai embora!

Quero que fique longe.

 

Compartilhar

???

Yonarah Aislin
24/09/2007