Site de Poesias

Menu

A Manhã

Dorme no seio da terra
O Portador da esperança;
Nosso sonho, nossa herança
Sob a lápide se encerra;
E a tumba enterra também
Todas as nossas razões:
Desafia os corações
A lançar o olhar além,
Pra esperança do amanhã
Que vai cumprir o esperado:
Quando o domingo raiar,
Quando eclodir a manhã,
A aflição será passado!
É preciso acreditar...

Compartilhar
Ederson Peka
20/03/2008