Site de Poesias

Menu

EXTREMADA PAIXÃO

 
EXTREMADA PAIXÃO
 
 
Primorosa senhora de minha fantasia querida,
Abraça-me, beija-me, é teu meu terno coração,
Suave fascínio de beleza em tua face colorida,
Sortilégio de uma musa que viso em perfeição.
 
Mãos fagueiras de mulher sempre a desejada,
Cobres-me de afeto e cantemos nossa canção,
Fulguras entre os pares como a mais invejada,
Na ribalta do belo, sob os aplausos da emoção.
 
Plena de desejos, seduzes de forma tão velada,
O frágil sonhador em busca de mais uma ilusão,
Obstinado pretendente de uma flor aventurada,
 
Como dói, meu Deus! Esta minha sofreguidão!
Capricho da Natureza que te fêz entusiasmada,
Aos olhos do amor, sou tua extremada paixão.
 

Compartilhar
Rivadávia Leite
22/11/2007