Site de Poesias


Mágoa

 


 
A essa tristeza
Que aprisiona a tua alma
E que grita em teus olhos
O afeto à minha culpa
 
À tua boca,
Parte de um rosto desfigurado,
Que cospe em minha cara
A lama da minha traição
 
À visão turva,
Que não se dissipa
E que mostra aos meus olhos
O horizonte apagado
Para este coração...

 
Ao calor,
Companheiro da vida
Abatido em sonhos
E onde descansa,
Derrotado pela morte do teu perdão...

 
Juarez Florintino Dias Filho

 

Compartilhar
Juarez Florintino Dias Filho
20/09/2007

  • 1 comentário
  • 1750 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados