Site de Poesias

Menu

PEIXE FORA D'ÁGUA...


 

Eu nadava nos riachos
ansiava pelo mar
era peixe de rio
vontade de desbravar...
Eu subia as cachoeiras
esforçava pra treinar
era peixe de rio
só queria resgatar...
Eu pensava que um dia
poderia me encontrar
era peixe de rio
a família fui buscar...
Eu fui ficando só
universo de solidão
era peixe de rio
sozinho na amplidão...
Eu sonhava com a família
unida na procura
era peixe de rio
correndo da noite escura...
Eu assim me percebi
diferente, não melhor
era peixe de rio
naquele meio era o pior...
Eu tentei forçar a barra
dar a mão e puxar
era peixe de rio
o tubarão quer me papar...
Eu corro de volta ao rio
agradecendo a experiência
eu sou peixe de rio
esta é a minha convivência!

Compartilhar

Diante do mar... um universo de solidão...As pessoas se unem pelo prazer passageiro dos vícios, do revolver das mazelas...e passam pela vida abraçando, sorrindo, em meio a "amigos" enquanto à família...Ha sim...vai bem obrigado!...
Eu não quero e nunca serei melhor do que ninguém mas também não quero ser arrastada sem conservar em mim a reflexão...
Se para conservar o desejo de mudança e evolução eu tiver que ser subjugada como peixe fora d'água...então, peixe fora d'água serei... EM CASA.

Rita Reikki
27/01/2007