Site de Poesias

Menu

EXPLOSÃO

Com a respiração acelerada vejo,
Que o seguras com carinho e unção.
E ao olhar-me prendes a respiração,
Parecendo faminta de um desejo...

De prazeres nunca imaginados!
E ao penetrar entre os lábios teus,
Viajo excitado, da terra aos céus...
E conheço paraísos não sonhados!

E ele some e tantas vezes aparece,
Em deliciosos movimentos, espertos!
Que o nosso prazer aumenta, cresce!

Explodindo no gozo que trocamos...
Vejo entre teus lábios entreabertos,
As marcas do quanto nos gozamos!

Compartilhar

Mais um soneto erótico Em casa

Pedro Paulo da Gama Bentes
12/05/2006