Site de Poesias

Menu

KOCH


KOCH
In memoriam,
“A maior mudança foi que se passou a tomar o TEXTO como objeto central do ensino” I.V. Koch
 
 
Nos corredores da Pontifícia Universidade Católica
Naqueles anos da década de 80 em São Paulo cinzenta,
Ainda jovem meio besta de rocks, acreditando com gosto de cólicas
em certas ideias revolucionárias que não mais se comenta...
A turma toda tinha na mais alta conta as aulas da professora “Ingue”!
Era onde a linguagem se desnudava como se num ringue
Em que conceitos opostos travavam uma disputa filosófica
E eu perdido entre estoques de rimas e disjunções estróficas
Não sabia que ali diante de mim, Darling, a solução
As dúvidas que não eram propriamente do coração...
 
Carregava embaixo do braço, a reboque, entre os livros de estudo,
Surrado já o recém lançado Argumentação e Linguagem, da Cortez,
Junto com as traduções bilíngues de Homero pelo Odorico...Sortudo
Sim! Eu era... se soubesse aproveitar mais aquelas aulas da vez...
Pela dinâmica, a clareza com que expunha as questões profundas
Do uso das palavras, do uso das figuras em berloques, da rótula à rotunda
Dimensão escafândrica do sentido das causas e cousas...
Vi a linha sutil com que o giz delineava o limite na lousa
Sendo assim que foi se fazendo, como num xadrez a defesa Grunfeld, a linguística textual,
Rica de meandros, a ousadia dos peões, as sutilezas, profundezas de Sol e sal...

 

Compartilhar
Jayro Luna
15/05/2018