Site de Poesias

Menu

FRANQUEZA

 

 

Uma história, contudo diferente.

Alegre, porém  tristonha  advém..

Jamais segredos, entre a gente.

Tão feridos, mas, unidos também.

 

Insensatez, sempre pondo  chorar.

Alguma vaga frieza, dentre os dias.

Apenas, deixaste o mundo escoar.

Então...Conte-me, só tuas alegrias.

 

Jamais devo eu pensar, que não.

Dentro de ti,um sentimento banido.

Aventuras, sem amor, triste ilusão.

Mostrando jamais, inserir sentido.

 

Franqueza, mas, sem confissões.

Brilho suave, outro tão ofuscante.

Suposta alternativa, contradições.

Começa e acaba, em um instante.

 

 

Compartilhar
izildinha renzo
05/05/2018