Site de Poesias

Menu

O Pastor e o Rebanho

Do líder, espera-se determinação, confiança e carisma.

É preciso ser um ícone, lendário exemplo.

Guarde seus protegidos como um fortificado templo

E conforte-os em seus medos e em cada cisma.

 

Entregue-se pelo rebanho, dando atenção a cada ovelha!

Não permita que teu olhar se desvie e fique turvo.

Sê um mito e diante de ti EU me curvo,

Ainda que mantenhas da humanidade uma centelha!

 

Um comandante leva suas legiões em primeiro plano

E não se atém apenas às questões de recursos.

Golpeia palavras opositoras com a ferocidade dos ursos,

Mas concentra-se no ideal e desejo humano.

 

Caminha com teus seguidores às máximas utopias

Cuidando, zelando, por cada parte do rebanho...

Aprende e ensina o que é arcaico e o que é estranho

Valendo-se de inspiradas epifanias.

 

Assim é um líder, assim é um pastor...

(Ou, ao menos, desta forma deveria ser...).

Contudo, há a falha de caráter mortal a prover

O instinto do soberano e de negro o compor...

 

Se do rebanho o pastor deve com atenção cuidar,

Como pode que assuntos mundanos tanto interfiram?

É que há uma fera até nos guias, neles, elas giram,

Tentando, corrompendo, fazendo a jornada acabar.

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
27/04/2018