Site de Poesias

Menu

RESSIGNIFICAR

 

Carrego  comigo meus erros e acertos 

Dúvidas e lamentos 

Boas vivências e também desalento 

Nada foi em vão 

Errei ? Algumas vezes ,sim

Para estes peço perdão 

Tropecei e estanquei no deserto 

Vi minha fragilidade  tão descoberta

Senti o peso da minha própria indagação 

Num canto escuro  chorei 

Do sal das lágrimas me alimentei 

O passado ficou lá  trás 

Insistir no erro é  cruel demais

Levo na bagagem minhas cicatrizes 

E também lembranças de dias felizes 

Sigo e deixo na areia minhas pegadas

Para que eu nunca me esqueça desta caminhada 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar
Syl
14/04/2018

  • 0 comentários
  • 50 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados