Site de Poesias

Menu

Zombaria

A existência humana é uma sátira de tremendos risos.

A nossa prepotência nos dá o papel de palhaços

E a pretensa sabedoria desaparece sem traços

Com todas as nossas ações sem quaisquer juízos.

 

Seria engraçado ver do sol chover granizos...

Nós atiramos o escárnio ao ar e ele fica como mormaços

Que se solidificam como navalhas de aço

Cortando o humor e deixando os homens lisos...

 

Somos absurdos, hostis, ignóbeis e tolos;

Somos infelizes, parvos, risonhos e toscos;

Somos tudo o que é digno de zombaria...

 

Fazemos da vida uma piada de extremo mau gosto!

Raramente é engraçada, quase sempre um encosto

E vamos rindo em direção ao buraco dia-a-dia!

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
14/03/2018