Site de Poesias

Menu

Admirável Mulher!


É preciso ter fibra
E inviolável fio condutor,
Para suportar os reveses da vida
E reverberar os sentimentos de amor.
 
É essencial ter força e fé
E ser revestida de candura,
Para se fazer admirável mulher e
Sagrar-se vitoriosa com ternura.
 
É substancial ser sábia
E dotada de ímpar humildade,
No labor ininterrupto pela dádiva
Que é a vida, inobstante, a desigualdade.
 
Ter coragem a todo instante
E haver tino de guerreira,
É o que lhe faz tão brilhante,
E, do milagre diário, a mensageira!
 
Nem é necessário ser profeta,
Para desvendar o condão de mistérios,
Que em tua mente se enreda;
Basta olhar-te com singular esmero.
 
Convém ater-se ao cuidado do Criador,
Para ver em ti a perfeição,
Que emerge de teu maternal amor
E esparge em qualquer estação.
 
É que tudo em ti, mulher,
Traduz numa divina opção
Pela entrega, renúncia e partilha.
É que tudo em ti, mulher,
Tem como primeva vocação,
A esperança, o amor e a vida.

Compartilhar
Cid Rodrigues Rubelita
14/03/2018