Site de Poesias

Menu

CONSUMAÇÃO

 
 
 
Eram somente homens fantasiados de lírio,
Perfumados consoante os adereços da plebe
E ornamentaram os espaços duma gleba fofa
A fim de que o mau-caratismo dissesse adeus.
 
Travestidos sentimentos organizaram a tertúlia
E os indesejados, desavergonhados, iam embora
Sem deixar que a saudade ruminasse de solidão
Ingênuos corações que ainda criam em mudanças.
 
Tais foram as atitudes do povo sofrido e alienado,
Fizeram o desembarque da ingratidão que oprimia
O senso cavalheiresco da multidão que catava preces.
 
E um novo tempo surgiu... Horizonte banhado de fé
Na vontade firme de transformar cenários de terror,
Agora límpidos para que a vergonha pudesse governar!
 
 

 
DE  Ivan de Oliveira Melo 

Compartilhar
Ivan de Oliveira Melo
01/01/2018