Site de Poesias

Menu

Para Que?

Se desdobra para ser,
Anula seu ser,
Ninguém ai,
Para que?
 
Da tudo de si,
Se esgota ali,
Nem olham por ti,
Para que?
 
Gasta o que tem,
A vida e os vinténs,
Nunca contenta,
Sempre querem mais,
Rins, fígado e pulmões,
 
Tirar, despir e prender
Punir, ferir, ofender
Sangrar até esgotar,
Matar, mantendo vivo!

Compartilhar
Messias Scatena
07/12/2017