Site de Poesias

Menu

Beleza e mocidade

Beleza e mocidade
 
 
Beleza e mocidade perdem-se no caminho,
São passageiras, como fama e sucesso
A vaidade e orgulho, é retrocesso
Igualmente, acaba-se o vil carinho.
 
Consiste em vencer, somos confundidos
Pelo tempo contínuo e indefinido
Na ocasião apropriada ao comedido
Lutamos por vencer, somos vencidos
 
Se procede este sonho no caminho
Dum rosto cristalino, hoje engelhado
C’o resto do corpo, em igual desalinho,
 
A beleza e a mocidade definharam
-A cabeça não precisa de penteado
E a fama e o sucesso, se acabaram !
São Paulo, 30/10/2017 (data da criação) 
Armando A. C. Garcia 

Visite meus blogs: 
http://brisadapoesia.blogspot.com 
http://preludiodesonetos.blogspot.com 
http://criancaspoesias.blogspot.com
 

 

 
Direitos autorais registrados 
Mantenha a autoria do poema
 

Compartilhar
ARMANDO A. C. GARCIA
03/11/2017

  • 0 comentários
  • 55 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados