Site de Poesias

Menu

Fascínio Hipnótico

Conheces o fervor que no espírito palpita

Quando, fulminante, acerta-nos a intensa paixão?

Não há teoria que explique tal rapidez no pulsar do coração.

Não há lógica que não escute quando o amor grita.

 

Uma vez na vida, que seja, este sentimento tu experimentas.

Embebe-se na suprema alegria da cegueira

Desafias o ritmo do mundo e corres contra a esteira

A qual te afastas da paixão e que à frieza te tentas.

 

Amar é render-se a um inexplicável, quase místico fascínio.

É erguer em torno de quem amamos - uma fortaleza.

É sermos guardiões que ignoram as próprias leis da natureza

E que constroem seu particular plano e domínio.

 

E de que adianta dizer que seu despertar é tão doloroso?

Amar... Apaixonar-se é um quimérico sonho.

Embora nosso desejo queira estar neste onírico nada enfadonho,

A realidade nos puxa de volta para um amor menos caloroso...

Compartilhar
Thiago da Silva Carbone
13/10/2017