Site de Poesias

Menu

VIDA QUE SEGUE

 

 

Demétrio Sena, Magé - RJ.

 

 

Deixo a luz decidir quando se apaga,

levo a sorte que teço enquanto isso,

encho a vaga de passos decididos

sobre minha serena indecisão...

Pego tudo que o tempo tem pra mim,

mas o tempo é que sabe até que ponto;

meio pronto e talvez metade plena,

sei apenas que o fim decide a hora...

Levo a vida que aceita me levar,

faço a parte que o mundo me delega

e meu ar é minério que garimpo...

É preciso valer o que se tem,

jogar limpo com todas as verdades,

ter saudades do dia de amanhã... 

Compartilhar
Demétrio Sena, Magé - RJ.
03/09/2017