Site de Poesias

Menu

NATUREZA HUMANA

 

NATUREZA HUMANA


A eterna discussão do tema que não tem definição

Natureza humana é inata ou aprendida na bravata?

Subordinada à razão ou à natural e primitiva ação?

Fingindo ser democrata, age como torpe psicopata 


Coração egoísta, o humano só pensa na conquista

Nega seu humanismo fortalecendo o egocentrismo

Tem atitude fascista simulando ser o justo altruísta

Não tem limite o cinismo que completa seu abismo


Ente autofágico que consegue construir seu trágico
Lobo que se devora, em nenhuma hora se apavora

Pensa ser lógico, não passa de mísero demagógico 

Ser superior que se arvora, mas se precisar, implora


Para Rousseau a firme certeza, é bom por natureza

Em Locke é tábula branca que experiência alavanca

Na verdade só esperteza, razão de profunda tristeza

Vive na retranca como resultado de arrogante banca

Alguns se aliam ao neonazismo, odeiam o comunismo

Outros são terroristas, que matam como vil finalistas

Renegam o marxismo e seu consequente socialismo

Desprezíveis racistas, do mal são fiéis protagonistas


Não há fenômenos culturais ou resultados ambientais
Natureza humana é genética, não adere postura ética

Neste fundamento são iguais, singularmente originais

Tema de crua poética que não acata conduta estética


Marco Antônio Abreu Florentino


https://youtu.be/zIfPIfuTFXA

(Tug of War - Paul McCartney)

Compartilhar
Marco Antônio Abreu Florentino
19/08/2017