Site de Poesias

Menu

AMOR NO QUEBRA MAR DE MACAPÁ

Me vejo, te vejo
Nós em beijo
No quebra mar de Macapá.
Alguém passa de repente
Quase flagra a gente
Tentando cavalgar
Para Além mar.
Cavalgar para o infinito
Estamos nos ritos iniciais
Quero te fazer mulher
Negocio com  o fecho-éclair
Inicio movimentos cadenciados
Já estamos atracados
Suspiros, beijos, suor
Vamos terminar
O que começamos
As ondas batem
Nós nos molhamos
Não importa nós nos amamos.
Você olha para um lado
Olho para o outro
Temos que terminar este coito
Que devido o perigo
Nos dá mais prazer
Chega o momento final da cópula
Teus gritos, teu prazer.. que beleza
Como testemunha, somente
Este templo secular

 
A fortaleza de Macapá.

Compartilhar
Eng.Rubemar
08/08/2017