Site de Poesias

Menu

TUDO PASSA


TUDO PASSA
Nada permanece, tudo passa e depois apodrece
Mundo é movimento sem lugar para pensamento
Até a lembrança esmorece, realidade que perece

Sofrimento é tormento que desaparece com vento
Vida é sequencia de momentos e de sentimentos
Não ficam pra eternidade, nem mesmo a saudade
Criam conhecimentos, no tempo viram fragmentos 
O que importa é a felicidade encerrada na vontade

A natureza é diva regente... nela Deus é imanente
Universo é matéria em transição, energia em ação
No cosmos, real é aparente, só regulado na mente
A malha em expansão até sua derradeira extinção
Nessa imensidão está o homem e sua fátua razão
Limitado pela fé e temor do seu mitológico criador
Na inevitável transformação rumo a decomposição
Torna-se superior somente com a energia do amor
Marco Antônio Abreu Florentino 
Para lembrar que a existência humana é um infinitésimo acontecimento no espaço tempo da imensidão do universo, mas um imensurável e extraordinário evento no espaço tempo de cada indivíduo (Søren Kierkegaard), e que deve ser intensamente vivido a cada momento sem pressupor passado, presente ou futuro, considerando a efemeridade da vida e a perspectiva da decomposição e do nada após ela.

https://youtu.be/xkU6IK47dnQ

(Rick Wakeman - The Battle) - Viagem ao Centro da Terra

Compartilhar
Marco Antônio Abreu Florentino
31/07/2017