Site de Poesias

Menu

Todos os meus sentidos ...

[Ilustração não carregada]

delicada...
a língua presa na presença dele
atiçada em todos os sentidos do espírito
a fidelidade do coração e o pensamento imoral
e tonta ...
esbarrando em cada parede
levitando num espaço que é concreto mas não sinto
e tola...
exposta em toda minha inibição
uma mulher  tão encantada
que de vergonha se trava
de repente irracional
verdade: adoro quando ele treme nos meus braços
e suspira e fala perto ao meu ouvido
segura de que isso arrepia minha coluna dorsal
portanto quero ele dentro e fora de mim
perto, longe, mas todinho
e  o acariciar com todo meu paladar e tato
que adolescente

 
pensa ...?

Compartilhar
Elisa Gasparini
24/07/2017

  • 1 comentário
  • 58 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados