Site de Poesias

Menu

BÚSSOLA DO QUERER

Transformei esse amor em navio
e a nossa ancora, eu arremessei
sob o cais do meu peito.

Senti o vento da ansiedade
balançar as bandeirolas da emoção,
e atraquei-me a esse amar...
Com as cordas da minha feição.

Como se fosse chuva...
Jorrei, minhas lagrimas ao nó d'essa
tensa paixão, e hoje, eu te firmo...
Como tic, tác do meu coração,
como bússola do meu querer, o qual...
Os ponteiros dos meus sentimentos
estarão sempre, pontuando você.

Antonio Montes 

Compartilhar
Antonio Montes
19/07/2017