Site de Poesias

Menu

ASAS QUEBRADAS

Passarinho das asas quebradas,
não vive no ar, isso...
Porque não pode voar.

Diante da solidão...
Perambula pelo chão,
e arrasta a vida, há chorar.

Passarinho, passarinho...
Um dia, a suas asas irão colar
e você... Treinando vai decolar.

Me leve contigo, me ensine...
Eu quero voar por esses perigos,
e esquecer, o meu castigo.

Eu quero pousar meus sonhos
sobre as flores e o sol do amanhã
e lá... Viver feliz e amar.

Antonio Montes

Compartilhar
Antonio Montes
15/07/2017