Site de Poesias

Menu

AINDA NÃO É PROIBIDO SONHAR

Que saudades eu sinto
Do que não dá para no tempo voltar.
É deveras real eu não minto,
Porque ainda não é proibido sonhar
 
Premiou-me a vida com tristeza e alegrias,
E com o direito lutar pelo melhor
Se por momentos me perdi nas fantasias
Com méritos ultrapassei o pior.
 
É um direito inerente à vida
E que não venha outro a ele se sobrepor,
Se vier terá na atitude atrevida,
Resposta coerente acobertada de muito vigor.
 
Deita-te e durma embalado na tua saudade,
Faça-o porque sonhar faz-te rever tua realidade.
Sonhar é um direito incontestável de possibilidades,
Seja ele embalar teus sonhos com mentiras ou verdade

 
 

Compartilhar

Viver é fácil, saber viver é uma arte que muitos ainda não aprenderam e ignoram tal virtude. Muitos sofrimentos seriam evitados. Desacertos seriam contornados e entreveros não mais! Se a montanha se faz entrave caminho, porque não contorna-la? Seria uma atitude sábia. Sempre em casa!

ubirajara Fernandes
29/06/2017