Site de Poesias

Menu

MÃE DE TODOS

Não nos deu asas o Criador,
Porém nos deu a imaginação.
Deu-nos por mandamento o amor,
E por virtude o perdão
 
Por Ele faz-se noite, faz-se dia,
E para combater o ódio deu-nos o amor,
Para curar tristeza criou a alegria,
Para embelezar a vida fez a flor,
 
A vida é feita de opostos,
Pois que o viver é cheio de oportunidades,
Há uma expressão em cada rosto
E em cada juízo uma verdade
 
O escritor só fala, mais não canta,
Mas o poeta canta na poesia,
Que um penitente em caminhada santa

Vai em busca da Mãe de todos. Maria!

Compartilhar

Nas noites sem sono,, nos dias sem paz, vai o ser buscando, uma explicação que não acontece,mas que virá no momento exato, e não vira por ele querer e sim pela oportunidade que lhe será dada de saber.

ubirajara Fernandes
01/06/2017