Site de Poesias

Menu

CONTAS DO ROSÁRIO


Contas contadas a fio
nas ondas da fé fervorosa
que não devolve resposta
ouvem-se um plangor sutil
murmúrios da boca chorosa
chamando por quem se gosta

Orar é viver sozinho
é ser do jardim a flor
que vive dizendo amém
às vontades do passarinho
que muito promete amor
diz que vai vir, mas não vem

Contas choradas a fio
façam não mais os meus olhos
doentes de olhar pro vazio
 
WWW.sergionespoli.recantodasletras.com.br


Compartilhar
sergio néspoli
20/05/2017