Site de Poesias

Menu

O Poeta Solitário

O poeta escreve
na solidão de seu lar.
Em busca de inspiração,
da metáfora perfeita,
para descrever o amor que não conhece.
O poeta sonha
com o mundo em que não viveu
e escreve
com sua alma de ateu.
O poeta sofre
com a falta de amor
e coloca no papel
sentimentos descendentes da dor:
fragmentos invisíveis de seu coração,
preenchendo as páginas em branco
do livro da sua vida.
Versos livres,
irregulares,
rimas pobres,
quiçá nobres.
O poeta escreve
com sua pena afiada,
buscando a felicidade efêmera
que mora nas palavras escritas.

Compartilhar
Renato Alves
08/05/2017

  • 2 comentários
  • 79 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados