Site de Poesias

Menu

A Moça

Seus lábios de um tom aveludado
Rosa 
Sem sorriso
Se

Mostra

Suas pernas

Longas
Desfilam diante dos
Olhos

Próximos

De míopes

Se desfazem num
Rompante
Sinto você
Diante

Meus óculos

Vermelhos
Os limpo, disfarço

Só você
Adiante
 
Sem tropeços
Sentada
Beleza cai
Envolta
Como estrelas cadentes
 
Um dia
De céu noturno
De outono límpido
É a moça que admiro
Nesse instante

Compartilhar

uma pessoa desconhecida Botucatu - São Paulo

Marcela Hebeler Barbosa
08/05/2017

  • 0 comentários
  • 49 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados