Site de Poesias

Menu

PELA VIDA...

Fui ficando pelos caminhos

Subtraindo ilusões, fazendo concessões,

Resignando-me de sonhos, amadurecendo desilusões

Aos trancos fiz-me forte ( ou menos piegas)

Que tudo é o que é, o resto vai ficando, aos poucos

Pelos descaminhos, misturando quimeras com desencantos...


Compartilhar
EDILOY A C FERRARO
29/03/2017