Site de Poesias

Menu

Velhos Caminhos

 

 

Ontem eu visitei velhos caminhos,

Percorri veredas,

Busquei velhas árvores que ofereciam sombras

Em um passado não muito distante. 

 

Meus velhos caminhos já não eram os mesmos,

Estavam mudados,

Acho que amadureceram com o tempo. 

 

Mesmo diferentes

Eu reconheci cada pedacinho dos meus velhos caminhos.

 

Percorri veredas, antigos atalhos,

Encontrei árvores nuas,

Roseiras secas, outras sem galhos,

Folhas mortas pelo chão. 

 

Eu  ainda amo meus velhos caminhos,

Mas eles me trataram com indiferença:

 

..Meus velhos caminhos não me reconheceram...

Compartilhar
Nair Damasceno
29/04/2017

  • 3 comentários
  • 126 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados